Inverno e meus preparativos para o que usar

Tem quem não goste de frio, mas eu amo aquela sensação da chegada do Outono, o friozinho nas manhãs e já dá para usar um moletom quentinho e dormir de edredom. Já deu pra perceber o quanto eu acho essas estações do ano né? Sempre comento lá nas minhas redes sociais que eu amo frio e o Inverno de fato é minha estação favorita.

Amo usar moletom em casa, na escola, outras blusinhas mais fofas e quentinhas e ficar aconchegante é claro. Nessa época do ano em que o clima vai mudando é aquela época em que tiramos algum dia para arrumar o guarda-roupa e tirar os casacos do fundo. Quem não ama essa sensação?

Experimentamos o que serve e o que não serve, aproveitamos para ver o que a gente precisa e o que não precisamos mais, borá doar. Afinal, não é só a gente que tem frio né?

Vou confessar que tenho fetiche por moletons e casacos de marcas. Tenho Tommy Hilfiger, Valentino, Hugo Boss e não são baratos. São casacos caros e não foram comprados aqui no Brasil. Sempre me trazem do exterior ou eu mesmo compro em lojas onlines(não vou me aprofundar nesse parágrafo por que mais pra frente quero fazer um post sobre isso) gringas.

Agora eu vou dar algumas dicas e falar um pouco mais sobre o que eu vou usar e um pequeno preparamento para o inverno 2018.

Vamos organizar seu guarda-roupa:

  1. Tire tudo do seu armário e coloque para fora.
  2. No entanto, se você guarda suas roupas junto com sapatos, aproveite para limpar seu armário.
  3. Olhe para cada peça e lembre-se da última vez que você usou, e se não usou nos últimos invernos, coloque em uma pilha para ser reavaliada mais tarde.
  4. Então vá até a pilha e avalie o que você quer fazer com eles: se tiverem novos e quiser um ganhar um dinheiro extra, venda, caso contrário, doe.
  5. Experimente as peças que você separou para o inverno, veja se está tudo ok e depois é só arrumar o armário novamente com as peças de inverno amostras.

Inspiração:

Blusa de lã simples

De fato, o segundo item que eu mais uso. Tenho muitos e não vivo sem. Sabe aquelas blusinhas de lã, bem quentinhas, simples e a cara do Tumblr? Parece algo tão fora de moda, mas um estilo clássico, é um estilo clássico. Saber usar na ocasião certa, é uma bola na rede. Tenho o meu aberto do Valentino, da Ralph Lauren, Hugo Boss e algumas marcas italianas. Não vivo sem e pode perceber que estou sempre usando nas minhas fotos lá no Instagram e por aqui também. Este inverno vou usar muito também.

Camiseta com manga longa

Outro item que todo inverno ele marca presença é camiseta com manga longa. Eu acho lindo e bem confortável. Nos pijamas é muito comum e em camisetas pra sair, nem tanto. Mesmo assim se você procurar por algumas de gola na época do inverno, ou simples mesmo, você vai encontrar algo que te agrade.

Jeans e Moletom

Não tem nem o que falar deste último né? São meus itens de inverno favoritos. Simples, estilosos e básicos. Tudo que você precisa para um dia frio e que não quer se arrumar muito. 

E aí, gostaram? Me contem quais são os preparativos de vocês para o inverno deste ano!

Deixe seu e-mail ou siga o blog lá no widget da página principal para receber o conteúdo em primeira mão! Não se esqueça de me seguir no Instagram que é esse aqui AQUI

Até mais pessoal!

Anúncios

drawing with me: flowers

Desenhar no primário era algo tão divertido, e eu amava. Sempre gostei de desenhar e toda aquela composição dos lápis de cor, aquarelas de tintas e aqueles milhares de coisas que fazíamos quando mais novo. Com o passar do tempo fui perdendo o hábito e pratica de desenhar e colorir.

Confesso que não era um Monet, mas fazia alguns desenhos e trabalhos bem bacanas. Digno de elogios. Meados de Julho de 2017, comecei meu Bullet Journal e me rendi aos desenhos de flores. Não ficaram tão perfeitos e nem muito legal. Colori eles com Stabilo que não é algo recomendável. Me rendi as imagens que é algo que uso até hoje e não troco por nada, mesmo assim, via aquelas flores maravilhosas e ficava louco para começar a fazer as minhas. Passou um ano mais ou menos e finalmente eu me rendi aos famosos desenhos.

Normalmente, os desenhos pequenos, meio que um detalhe para enfeitar algo em seu planner ou Bullet Journal, são chamados de doodles. Algo pequeno, simples e muito fofo. Não precisa de prática, basta ter um pouco mais de cuidado com os detalhes e não forçar o lápis.

Comprei uma lapiseira nova, com a ponta 0.5(infelizmente não encontrei a 0.3) da Pentel para praticar melhor meus desenhos. Já faz um tempinho e já cansei de mostrar ela por aqui e lá no meu Instagram. Ela é ótima, a ponta é mega fina e me ajuda muito a diminuir a pressão que coloco na mão.

Começar a desenhar foi uma das coisas mais legais que eu já iniciei. Ressuscitei meus lápis de cor, perdidos na gaveta do desktop. Busquei inspirações no Pinterest e até criei uma pastinha por lá, cheia de flores no qual ando praticando e outras coisinhas. Ainda tem pouca coisa, mas com o tempo vou colocando mais inspirações por lá. Não apenas de flores.

Fazendo as flores

Para desenhar minhas flores, eu busco uma inspiração e presto bastante atenção nos detalhes para depois reproduzir o meu.

Pego lapiseira, borracha e minha caneta preta(uso a pigma Micron 0.2 da Sakura) para contornar as flores. Faço bem rascunho mesmo. Rabisco, contorno as imperfeições, tudo muito clarinho e nada forte. O segredo é usar a lapiseira ou lápis com muita leveza como se estive segurando uma pena. Ir fazendo traços pequenos, não compridos, apagando, refazendo, até ficar bonitinho. Depois é só passar a caneta preta, lembrando dos detalhes e se preferir, pinte-o.

Um dos motivos por estar treinando fazer flores, é que o próximo passo na área desenhos é comprar um caderno para fazer meu sketchbook. Algo que ando planejando, já que minha vontade é ter um caderno somente para isso e soltar todas as minhas ideias e aquilo que vier na cabeça para desenhar, é claro. Não que não vou me inspirar em outros desenhos, mas a ideia do sketchbook é como um diário repleto e interpretado por ‘’desenhos’’.

Gostaram? O post de hoje era pra compartilhar umas dicas sobre desenho e falar um pouco mais sobre o assunto.

Deixe seu e-mail ou siga o blog lá no widget da página principal para receber o conteúdo em primeira mão! Não se esqueça de me seguir no Instagram que é esse aqui AQUI

Até mais pessoal!

Ferramentas de organização para 2018

O primeiro post de 2018 tinha que ser mostrando minhas ferramentas de organização para o ano. Sei que estão cansados de ver bloquinhos de papel, agenda, canetas mas muita gente adora ver como vou me organizar em 2018. Sem contar que é um modo que achei para motivar e inspirar vocês de alguma maneira a serem mais organizados.

Todo sabem que para um ano render e valer a pena, não esquecer de nenhum compromisso e planejamento, precisa ter pelo menos uma folha de sulfite com todos os afazeres do mês ou do dia. Neste ano, preciso pegar firme nos estudos em casa porque começo a prestar vestibular, e também tem as fotos do blog, os posts que desde Novembro estou subindo 3 por semana e minha vida pessoal.

Escolhi 4 plataformas, ou seja, 4 modos diferentes para me organizar de alguma forma. Não vou me prolongar neste paragrafo e vou mostrar logo minhas coisinhas.

PLANNER DE MESA

Este planner de mesa maravilhoso de cactos que está super em alta, ganhei de alguns amigos(Katia, Kêco e Cami), e é nele que vou organizar todos os meus afazes tipo um To do desde quando eu acordo até na hora em que vou dormir. Com horários e tudo. Vou postando tudo no meu Instagram e se você ainda não me segue corre lá que é @quartoamericanoblog.

Ganhei ele em Outubro mas me segurei para começar a usar ele somente em 2018 e acreditem, foi muito difícil. Planner de mesa é essencial para deixar na mesa de trabalho e escrever seu dia. Sem contar que o espaço é ótimo para tudo isso e mais.

BULLET JOURNAL

O único modo em que eu realmente consegui me organizar direitinho. Sem contar que é um anti-estres maravilhoso na hora de decorar e fazer minhas próprias semanas do meu jeitinho. Não vou me prolongar aqui porque amanhã tem post falando somente do caderninho que escolhi para esse ano, então fiquem ligados.

PLANNER

Ano passado a A.Craft disponibilizou gratuitamente este planner do primeiro semestre de 2017 na loja deles, e eu acabei não usando e vou aproveita-lo este ano. Vou usar ele como um planner escolar, colocar datas de trabalho, provas, rotinas de estudos, montar listas do que preciso para a escola, típico uma agenda escolar mesmo. Mas na melhor plataforma de organização.

CADERNO PARA O CALENDÁRIO MENSAL DO BLOG

Quando pensei em transferir a página de calendário mensal do blog para o Bullet Journal, pensei em melhor não. Deixar apenas a página de rascunho de idéias no Bujo.

Este caderninho é da La Papeterie e é nele que faço todo meu calendário, com as datas e os posts certos para serem encaminhados e ido ao ar. Ele é ótimo, pequeno, prático e cabe na minha capa da A.Craft, o que significa que posso leva-lo para todo lugar.

Gostaram? Me contém aqui como vocês irão se organizar neste ano maravilhoso.

Até mais pessoal!

document your life #2

Com o passar do tempo(e da idade também), vamos ficando mais observador e agradecido por tudo que temos ao nosso redor. Para já começar a semana inspirando vocês de alguma forma, trouxe mais um documento da minha vida. No qual eu compartilho 3 coisas que acontecerem e que vem me inspirando e motivando de alguma forma.

O document your life começou mês passado e eu pretendo dar continuidade nele todo mês. É tão bom ver que pessoas estão adorando seu trabalho, deixando comentários fofos que nos motivam a continuar e produzir cada vez mais conteúdos.

Com a chegada das férias, tudo fica mais fácil. A inspiração, a criatividade, parecem que elas ganham vontade de trabalhar. É isso que eu quero aqui para o blog. Cada vez mais textos e projetos inspirando vocês.

Vamos parar de enrolação e vamos aos documentos!

M Y  B L O G

Já faz um tempinho que mudei o layout do blog e a frequência de posts. Agora posto 3 vez por semana. Isto é ótimo. As estatísticas aumentaram e os leitores também. Temos praticamente pessoas do mundo todo lendo meus textos.

Meu verdadeiro amor é chegar no final do mês, pegar meu estojo, meu Bullet Journal e fazer o planejamento mensal dos posts. Escrever várias idéias, rascunhos, procurar por inspirações e ler outros blogs. Saber que comecei o blog lá em 2015, com o intuito de uma brincadeira que não iria render em nada e estar aqui até hoje, é ótimo.

Pegar o iPad ou sentar em frente ao computador e, começar a produzir conteúdos bacanas(como os que estou fazendo por aqui). Blogar é minha vida e hoje eu não vivo sem o Quarto Americano. Ele faz parte de mim, e foi um modo que eu achei para compartilhar minha vida. Meu mundo com vocês.

T A K E  P H O T O S

Quando decidi mudar o blog e fazer conteúdos mais pessoais, estava faltando algo. Fotos feitas e editadas por mim. Antes, eu tinha uma preguiça enorme de tirar fotos, editar e fazer upload. Agora eu vejo que é tão gostoso adicionar isso em minha agenda, que me divirto tirando fotos e editando.

Tudo isso requer um pouco mais de organização e tempo. Eu sei que é bem mais fácil entrar no Pinterest e achar todas as fotos prontas para seus textos. Mas é ainda mais legal entrar no seu blog e ver suas próprias fotos deixando seus posts ainda mais lindo e claro, a sua cara. Em breve(ainda esse mês), vou fazer um post falando sobre como estou tirando minhas fotos e editando elas(todas as que estão aqui no blog e lá do meu Instagram).

W A T C H  T H E  S K Y

Como algo tão imenso e azul, pode ser tão lindo? Com o horário de verão, conseguimos ver ele até 20:00 da noite mais ou menos. Não tão lindo e vivo como o da foto acima, que foi tirada mais ou menos 15:30 da tarde.

Adoro sentar na varanda de casa, com o celular ligado na minha playlist do Spotify e ficar observando esse imenso céu azul, cheio de nuvens branquinhas que me lembram algodão doce. É tão lindo que eu posso passar horas e horas olhando ele sem me cansar.

Gostaram? Me contem aqui embaixo! 

Até mais pessoal!

Minhas conquistas de 2017

Finalmente chegamos em Dezembro. O mês mais mágico do ano. Aquele em que revemos todos os familiares, entramos de férias e é o último.

Parei em frente ao calendário de posts, idéias e anotações e essa foi a primeira que tive. Compartilhar com meus leitores queridos todas as minhas metas lá de Janeiro desse ano, uma página que tinha feito no Bullet Journal com 4 delas. Fui analisar e vi que tinha cumprido todas, bom, quase todas.

Sou uma pessoa que faz muitos planos e se organiza para cada um deles acontecer. E quando parei para começar a escrever este post, eu vi que minhas metas eram pequenos sonhos para um caminho feliz(meio brega, eu sei). Vi que não precisamos de muito para ser feliz. Foi imensa a gratidão quando descobri que tinha realizado 3 e chegado muito perto de realizar a 4(que até final do ano eu consigo, espero!).

Sempre fui de planejar 10 metas por anos(nos anos passados eu fazia umas 20) e quase não conseguia completar quase nenhuma, afinal era tantas que era uma loucura fazer todas aconteceram. E o que eu aprendi com o ano de 2017? Que por mais impossível que forem, nunca desista delas. Outra coisa, não faça muitos planos e metas, faça o essencial, o que está ao seu alcance. Nada fora da sua realidade(não estou te incentivando a desistir das suas metas, só não pegue pesado se não tem futuro. Quem sabe mais pra frente?).

A primeira meta que anotei no meu BuJo, foi chegar a 300 seguidores no blog e eu estou com quase isso. Tenho 299(acabei de ver *-*) e isso é muito gratificante. Vi em algum lugar por aí, que as empresas começam a investir em seus blogs a partir dos 300 seguidores, e chegar a esse número é uma meta desde 2016 e finalmente falta muito pouco, muito mesmo.

Outra meta que eu achei que não iria chegar tão cedo, era um 1K de seguidores no Instagram(comentei isso com a Cami) e eu consegui quase no finalzinho de Novembro. Hoje estou com 1.090. Eu sei que existem pessoas com muito mais que eu e devem estar dizendo ‘o que é 1K?’. E mesmo assim eu não ligo e adoro meu público e amigos que eu tenho por lá.

Passar de ano na escola em pleno primeiro colegial do ensino médio é muito difícil, confesso. Meu maior medo era ver todos meus colegas indo para o segundo e eu permanecendo no primeiro, vendo toda a matéria chata novamente. Mas não, tirei notas vermelhas apenas no primeiro bimestre, porque foi um xoque e confesso que não me esforcei o suficiente. Mas agora é só alegria e festas. Estou indo para o segundo colegial com muito orgulho e olho para minhas vermelhas no boletim e não vejo como um fracasso e sim um aprendizado.

A última era me organizar com o Bullet Journal, até o último dia do ano. E sim, eu consegui e não vivo mais sem o meu! Criei até uma categoria para ele aqui.

É tão bom ver que todo nosso trabalho está indo para frente e valendo a pena, que eu só tenho a agradecer! 

Até mais pessoal!

november in bullet journal

Olá pessoal!!

Como prometido, hoje trago mais um texto falando um pouco sobre meu mês no BuJo. Que virou mais um hobby, sentar, planejar e decorar ele todo.

O Bullet Journal tem sido tão útil, e um anti stress tão importante na minha vida que agora não vivo sem. Tanto em planejar meu mês ou simplesmente montar meus spreads semanais. Assim como descobri que fazer milhões e milhões de coleções, um monte de páginas, não funciona em nada, ao contrário. Só piora.

Neste mês, por ele ser curto e um pouco corrido(é o mês em que alguns de nós se despedimos da escola, e só damos um Hello em Fevereiro, é curto), resolvi fazer algo que eu realmente preciso para me organizar e nada de coleções e todas aquelas outras coisas. Não fiz nem um habit tracker. Fiz apenas o básico.

Para a primeira página de Novembro, fiz um calendário bem pequeno e prático, apenas para anotar O QUE EU IREI FAZER NAQUELE DIA DO MÊS. Como os posts do blog, o dia em que tenho prova, entrega de trabalho, lavar o canil dos cães e fazer mercado. Coisas assim. Na outra página fiz um Goals, que são minhas metas e um To Do, que são as datas importantes que preciso lembrar. Nas metas escrevi o que eu preciso para aquele mês. Por exemplo: Não tirar notas vermelhas e estudar, postar no blog e fotos no Instagram, levar os cães para passear, comer direito e me hidratar. No To Do, escrevi datas de provas, almoços etc.

A inspiração para montar meu mês eu achei no Instagram de uma colega gringa. Lucie do IG @journalsanctuary. Ela faz uma página mais linda que a outra e lógico que eu fui me inspirar por lá, rs. A inspiração é essa AQUI, caso queiram dar um passada.

E neste outra página eu fiz apenas uma de notas para escrever o necessário e anotações(óbvio né, rs). Eu adoro fazer página de notas, é sempre útil e a minha fica sempre cheia. Gosto até de deixar uma boa parte para poder caber bastante coisa.

Vamos falar da decoração do meu mês. Como sempre e de rotina, utilizei fotos do We Heart It meio primavera, já que é a estação que estamos, e muitas flores. Outra coisa que estou adorando usar em meu Bullet Journal, é saco de pão. Ele deixa com uma pegada mais gringa e veio vintage. Utilizei também, pedaços de reportagens de revistas velhas e fala sério, ficou linda né?

E aí, gostaram? Deixem aqui nos comentários o que acharam do meu BuJo!

Até mais pessoal! 🙂

Pequeno desabafo sobre o Instagram

Olá pessoal!!

Se tem um lugar que estou sempre presente na internet, além do meu blog, é no meu Instagram. Como sempre comento por aqui é minha rede social favorita. E eu adoro poder compartilhar um pedacinho do meu mundo, fazer a divulgação dos posts, adicionar stories do dia a dia e compartilhar as fotos que eu amo editar.

E de alguns tempo pra cá, eu venho um pouco desanimado e tenho diminuído a frequência de postagens, não pelo simples fato de não ter muitos seguidores e poucas curtidas. Claro que não. É pelo simples fato do aplicativo estar meio ”esculachando com minhas atividades”.

As atividades que me referi são os like que dou nas fotos, as pessoas que eu sigo, as pessoas que me seguem. Muitas publicações minha não vem aparecendo na timeline dos meus seguidores e por isso muitas vezes temos que entrar no perfil da pessoa e ver as postagens, simplesmente o Instagram mostra ”a que ele quer”. Percebi também que as ultimas pessoas que você segue, são as únicas que aparecem na sua TL(não todas, a maioria). Isso é um pouco frustante, concordam? Nós perdemos um pouco o desanimo, pois todo nosso trabalho está ali, nossas fotos e não postamos apenas para nós, e sim para nosso público, por mais que seja pouco.

Outra ponto que gostaria de comentar são as atualizações chatas que chegam praticamente todo dia dizendo que são para melhorar o app. Mas cadê a melhoria? Muitas das vezes as atualizações acabam deixando o aplicativo ainda pior e nem se quer conseguimos mexer. Nessa semana o Instagram liberou uma atualização, cuja qual recebia novos filtros no storie e algumas melhorias. Essa atualização chegou em celulares muito inferiores e lançados anos antes do meu(não desmerecendo os outros celulares, jamais) receberam essa atualização(o iPhone 5 do meu pai recebeu e nem se quer ele atualiza mais) e o meu não. Tudo bem que se pensarmos pelo lado que ele vai liberando aos poucos, tudo bem. Mas isso é errado, certo? Não seria os últimos Androides que deveriam receber e não os anteriores?

Muitos de vocês que podem estar lendo este post agora, podem estar dizendo ”aff! que frescura! vai reclamar de problemas de verdade e deixa de ficar reclamando que tá com menos like”. Se fosse por isso, o problema estava ótimo, existem tantos aplicativos para ganhar mais like e seguidores. Mas o problema que eu sinto e que me deixa frustado é pelo simples fato do Instagram não mostrar minhas fotos publicadas para todas as 800 pessoas que me seguem.

Por enquanto, eu não trabalho com isso. Mas, e as pessoas que dependem disso? Infelizmente, muitas marcas valorizam isso. As curtidas, a quantidade de seguidores, os comentários. E aí?

A Mel do Serendipity já comentou sobre isso e também reclamou. Parece ser uma futilidade da minha parte estar fazendo um desabafo sobre minha rede social favorita aqui no blog, mas eu preciso compartilhar e dizer tudo que anda acontecendo e como o app tem diminuído seu desempenho que era fantástico.

A algumas semanas atrás vi que meu feed estava todo desorganizado e sem criatividade por motivo. Eu perdi totalmente a vontade de postar e interagir no storie. Passou algumas horas e eu pensei, ”porque estou fazendo isso? eu amo meu instagram”. Procurei por modos de edição no Pinterest, abri o aplicativo UNUM e fui fazer minhas fotos.

Deixei um pouco os problemas do aplicativo de lado e fui ser feliz com ele do jeito que está mesmo. É triste ter que lidar com tudo isso, sim, muito. Mas não temos o que fazer, infelizmente 😦 .

Mas é isso pessoaol, me deixem feedback caso vocês estejam passando por algum problema com o Instagram!

Até mais pessoal! 🙂