november in bullet journal

Olá pessoal!!

Como prometido, hoje trago mais um texto falando um pouco sobre meu mês no BuJo. Que virou mais um hobby, sentar, planejar e decorar ele todo.

O Bullet Journal tem sido tão útil, e um anti stress tão importante na minha vida que agora não vivo sem. Tanto em planejar meu mês ou simplesmente montar meus spreads semanais. Assim como descobri que fazer milhões e milhões de coleções, um monte de páginas, não funciona em nada, ao contrário. Só piora.

Neste mês, por ele ser curto e um pouco corrido(é o mês em que alguns de nós se despedimos da escola, e só damos um Hello em Fevereiro, é curto), resolvi fazer algo que eu realmente preciso para me organizar e nada de coleções e todas aquelas outras coisas. Não fiz nem um habit tracker. Fiz apenas o básico.

Para a primeira página de Novembro, fiz um calendário bem pequeno e prático, apenas para anotar O QUE EU IREI FAZER NAQUELE DIA DO MÊS. Como os posts do blog, o dia em que tenho prova, entrega de trabalho, lavar o canil dos cães e fazer mercado. Coisas assim. Na outra página fiz um Goals, que são minhas metas e um To Do, que são as datas importantes que preciso lembrar. Nas metas escrevi o que eu preciso para aquele mês. Por exemplo: Não tirar notas vermelhas e estudar, postar no blog e fotos no Instagram, levar os cães para passear, comer direito e me hidratar. No To Do, escrevi datas de provas, almoços etc.

A inspiração para montar meu mês eu achei no Instagram de uma colega gringa. Lucie do IG @journalsanctuary. Ela faz uma página mais linda que a outra e lógico que eu fui me inspirar por lá, rs. A inspiração é essa AQUI, caso queiram dar um passada.

E neste outra página eu fiz apenas uma de notas para escrever o necessário e anotações(óbvio né, rs). Eu adoro fazer página de notas, é sempre útil e a minha fica sempre cheia. Gosto até de deixar uma boa parte para poder caber bastante coisa.

Vamos falar da decoração do meu mês. Como sempre e de rotina, utilizei fotos do We Heart It meio primavera, já que é a estação que estamos, e muitas flores. Outra coisa que estou adorando usar em meu Bullet Journal, é saco de pão. Ele deixa com uma pegada mais gringa e veio vintage. Utilizei também, pedaços de reportagens de revistas velhas e fala sério, ficou linda né?

E aí, gostaram? Deixem aqui nos comentários o que acharam do meu BuJo!

Até mais pessoal! 🙂

Anúncios

5 atrações imperdíveis da Filadélfia

Olá, pessoal! Quem me conhece sabe que eu tenho o sonho de conhecer todos (ou pelo menos o máximo possível) os estados norte-americanos. Sou completamente apaixonada pelos Estados Unidos e tenho um mapa enorme do país na bancada onde deixo meu computador. Assim, enquanto trabalho, fico traçando as rotas das minhas próximas viagens. Ah, claro que eu faço questão de marcar os estados que eu já conheci (até agora, foram 5 em um total de 50).

Em 2016, fui à Nova York e aproveitei para fazer um roteiro diferente do que a maioria das pessoas faz. Vejam bem, era a minha terceira vez na Big Apple e eu nunca me canso de ir lá, mas, desta vez, nós fugimos dos tradicionais museus e passeios turísticos e resolvemos ter uma experiência mais próxima dos moradores que vivem lá.

Nós ficamos cinco dias em NY e, de lá, seguimos para New Jersey, um estado que fica bem coladinho. Chegando lá, percebemos que não teríamos tanta coisa assim para fazer em mais cinco dias e resolvemos colocar em prática nossa missão de desbravar mais um estado. Ficamos em dúvida entre Washington D.C. (que fica em Maryland) e Filadélfia, na Pensilvânia, mas acabamos optando pela segunda opção por ser mais próximo.

Acabou sendo uma ótima oportunidade porque a cidade era bem pertinho mesmo, deu praticamente duas horas (talvez nem isso) de viagem de carro e fizemos bastante coisa, olha só:

Museu de Arte da Filadélfia

Philly, como a cidade é carinhosamente conhecida, me lembrou muito São Paulo. Tem uma parte mais antiga e histórica, mas também tem bastante verde e – o mais legal – muitos cachorros passeando com seus donos. Nossa primeira parada foi justamente em um ponto bastante arborizado, que é onde fica o Museu de Arte local. A construção é muito linda, cheia de estátuas e tem bastante coisa para ver lá. Nós ficamos apenas na entrada e visitamos a lojinha, que tem produtos incríveis.

Exibindo Museu de arte Filadélfia.jpg

Rocky Balboa

A capital da Pensilvânia tem um gostinho especial para os fãs do Rocky Balboa. Isso porque, no filme, o protagonista treina em uma cena clássica subindo e descendo as escadas do… Museu de Arte da Filadélfia. Pois é, em um único lugar dá para fazer várias coisas. Não tem como ir para lá e não fazer uma foto – ou até um boomerang – na famosa escadaria. Logo ao lado, tem uma estátua em homenagem ao personagem. Parada obrigatória até para quem não viu o filme, ok?

Exibindo Filadélfia - escadaria Rocky Balboa.jpg

Love Park

Você já deve ter visto alguma foto da famosa escultura com a palavra “Love” com letras vermelhas e o “o” tortinho, certo? Bom, existe uma dessas em Nova York, mas pouca gente sabe que também tem uma versão em Philly em um parque chamado Love Park. Por que visitar? Porque é um dos símbolos da cidade e não tem tanta fila como em NY. Fora que essa escultura é tão fofa que eu aproveitei para comprar um chaveiro e um ímã de geladeira com esse tema.

Exibindo Love Park.jpg

City Hall

Você sabia que a Filadélfia foi a primeira capital dos Estados Unidos? Por isso, a maioria dos passeios por lá são históricos, o que é um prato cheio para quem gosta da cultura do país como eu. Aproveite para passear pela Câmara Municipal (chamada de City Hall). A construção é linda, toda imponente, e ainda dá para pagar, subir na torre e ter uma vista em 360 graus da cidade.

Exibindo City Hall.jpg

Liberty Bell

Outra parada obrigatória para qualquer pessoa que vá até a Filadélfia é conhecer o famoso sino da liberdade. Ele foi usado em momentos decisivos da história do país, como na declaração de independência do país, e virou símbolo do movimento abolicionista e da Revolução Americana. O tour de visitação é rapidinho, mas inclui algumas fotos e dados históricos até chegar de fato ao sino. Na frente dele, fica outra construção muito legal com outras curiosidades do país, com programação que inclui até filmes.

Visiting-LBC-960-X-480_1

Como falei para vocês, fiquei apenas algumas horas na Filadélfia e usamos o carro apenas para ir do Museu de Arte até o Love Park. O resto fizemos a pé e é muito gostoso andar por lá. Não é um destino com muitas atrações, especialmente se você tem crianças, mas é muito legal para conhecer mais sobre a história dos Estados Unidos. Se você curte esse tipo de programa, vai amar a simpática capital da Pensilvânia.

Um beijo e até o próximo post!

Camilla(widget)

Visite meu canal no YouTube clicando AQUI