Inverno e meus preparativos para o que usar

Tem quem não goste de frio, mas eu amo aquela sensação da chegada do Outono, o friozinho nas manhãs e já dá para usar um moletom quentinho e dormir de edredom. Já deu pra perceber o quanto eu acho essas estações do ano né? Sempre comento lá nas minhas redes sociais que eu amo frio e o Inverno de fato é minha estação favorita.

Amo usar moletom em casa, na escola, outras blusinhas mais fofas e quentinhas e ficar aconchegante é claro. Nessa época do ano em que o clima vai mudando é aquela época em que tiramos algum dia para arrumar o guarda-roupa e tirar os casacos do fundo. Quem não ama essa sensação?

Experimentamos o que serve e o que não serve, aproveitamos para ver o que a gente precisa e o que não precisamos mais, borá doar. Afinal, não é só a gente que tem frio né?

Vou confessar que tenho fetiche por moletons e casacos de marcas. Tenho Tommy Hilfiger, Valentino, Hugo Boss e não são baratos. São casacos caros e não foram comprados aqui no Brasil. Sempre me trazem do exterior ou eu mesmo compro em lojas onlines(não vou me aprofundar nesse parágrafo por que mais pra frente quero fazer um post sobre isso) gringas.

Agora eu vou dar algumas dicas e falar um pouco mais sobre o que eu vou usar e um pequeno preparamento para o inverno 2018.

Vamos organizar seu guarda-roupa:

  1. Tire tudo do seu armário e coloque para fora.
  2. No entanto, se você guarda suas roupas junto com sapatos, aproveite para limpar seu armário.
  3. Olhe para cada peça e lembre-se da última vez que você usou, e se não usou nos últimos invernos, coloque em uma pilha para ser reavaliada mais tarde.
  4. Então vá até a pilha e avalie o que você quer fazer com eles: se tiverem novos e quiser um ganhar um dinheiro extra, venda, caso contrário, doe.
  5. Experimente as peças que você separou para o inverno, veja se está tudo ok e depois é só arrumar o armário novamente com as peças de inverno amostras.

Inspiração:

Blusa de lã simples

De fato, o segundo item que eu mais uso. Tenho muitos e não vivo sem. Sabe aquelas blusinhas de lã, bem quentinhas, simples e a cara do Tumblr? Parece algo tão fora de moda, mas um estilo clássico, é um estilo clássico. Saber usar na ocasião certa, é uma bola na rede. Tenho o meu aberto do Valentino, da Ralph Lauren, Hugo Boss e algumas marcas italianas. Não vivo sem e pode perceber que estou sempre usando nas minhas fotos lá no Instagram e por aqui também. Este inverno vou usar muito também.

Camiseta com manga longa

Outro item que todo inverno ele marca presença é camiseta com manga longa. Eu acho lindo e bem confortável. Nos pijamas é muito comum e em camisetas pra sair, nem tanto. Mesmo assim se você procurar por algumas de gola na época do inverno, ou simples mesmo, você vai encontrar algo que te agrade.

Jeans e Moletom

Não tem nem o que falar deste último né? São meus itens de inverno favoritos. Simples, estilosos e básicos. Tudo que você precisa para um dia frio e que não quer se arrumar muito. 

E aí, gostaram? Me contem quais são os preparativos de vocês para o inverno deste ano!

Deixe seu e-mail ou siga o blog lá no widget da página principal para receber o conteúdo em primeira mão! Não se esqueça de me seguir no Instagram que é esse aqui AQUI

Até mais pessoal!

Anúncios

3 documentários para assistir no Netflix

Ultimamente eu tenho visto bem mais que o normal documentários. Sempre gostei de saber mais a fundo sobre determinados assuntos históricos ou não. Ou simplesmente falando de algum assunto do meu interesse que eu goste. Por mais maniaco por filmes, encontrar algo tão real em um, pode ser difícil. Nos filmes, eles costumam aumentar ou tirar alguma coisa.

Minha professora de história sempre nos recomenda documentários para ver em casa para saber um pouco mais sobre o assunto. Ficar com a cara nos livros estudando igual um louco em um assunto que detestamos, o documentário pode ser uma ótima opção para você apaixonado por imagens e filmes como eu. Querendo ou não o documentário é uma especie de filme com base ‘totalmente’ a fatos reais.

Resolvi listar 3 documentários que eu assisti recentemente, aprovo e acho que vocês irão gostar também, olha só:

She-Wolves: England’s Early Queens

Este documentários retrata as primeiras rainhas inglesas, conhecidas como Lobas. Retrata a forma na qual lutarão contra o preconceito presente na época em que ”uma mulher não pode ter o mesmo poder em que o homem”. Mesmo isso ainda existindo no séculos em que estamos, é tão bacana acompanhar a vitória e a trajetória de mulheres que lutaram com unhas e dentes para salvar o que é delas por natureza.

O documentário tem 3 episódios de 1 hora mais ou menos, e é divertido saber um pouco mais sobre os reis e rainhas que atuaram na Inglaterra naquela época e um pouco mais sobre a Dinastia Tudor.

Blackfish

Você já deve ter ouvido falar da baleia orca performática, Tilikum. Conhecida por assassinar várias pessoas em cativeiro. O documentário mostra por meio de imagens fortes e emocionantes entrevistas, mostra a vida da baleia e o tratamento cruel que os animais recebem no cativeiro, sem contar as pressões dos parques aquáticos. É um documentário triste, por mostrar o lado verdadeiro de como foi a vida de Tilikum. Como foi difícil, mas é bem interessante. Assistam!

Minimalism

Me considero uma pessoa mega consumista e que se importa muito com os bens materiais acima de tudo. O documentário fala sobre  consumo excessivo de bens, pelo simples prazer de comprar e que parece ter se tornado a principal motivação da nossa sociedade. É justamente a partir desta observação que o documentário Minimalism propõe uma reflexão sobre o que é o mínimo necessário para nossa existência. Recomendo muito!

E aí, gostaram? Tem algum documentário para me indicar aqui? Deixe nos comentários! 

Deixe seu e-mail ou siga o blog lá no widget da página principal para receber o conteúdo em primeira mão! Não se esqueça de me seguir no Instagram que é esse aqui AQUI

Até mais pessoal!

Vamos falar sobre Chey Barton?

Sempre fui apaixonado por artistas, e ficava abismado com a habilidade na qual eles manuseavam uma tela de pintura ou um simples sketchbook. A maneira no qual usam as cores, as aquarelas, a maneira na qual fazem seus trabalhos. É realmente emocionante e muito inspirador ver alguém desenhando, fazendo detalhes, emfim, eu sou apaixonado por ilustradores e desenhistas.

Hoje esse post é dedicado somente a uma ilustradora que conheci ano passado por um vídeo no YouTube, no qual ela montava seu lindo Bullet Journal, digno de uma artista(o vídeo dela é esse aqui caso você queira ver). Não sei se fiquei encantado pela qualidade de seus vídeos, os itens serem mostrados de uma forma tão clara e inspiradora que deixam qualquer um de coração quentinho. Acredita que a mesma arte maravilhosa que ela ilustra em seus desenhos, no sketchbook ou no próprio Bullet Journal, ela consegue colocar em seus vídeos? É tudo muito lindo.

Processed with VSCO with a4 preset

Antes vou falar um pouquinho sobre ela. A Chey tem um canal no YouTube onde ela compartilha seus vídeos sobre bullet journal, montando seu mês, fazendo seus desenhos, sem contar que ela mora em Seattle e grava vlogs mega fofinhos para o seu canal. Este parágrafo pode ter soado como um biografia, mas era essa intenção mesmo.

Comecei a acompanhar o trabalho da Chey e sério, quando vejo um stories dela, paro tudo que estou fazendo e vou correndo ver. Ela tem um jeitinho encantador e uma lojinha no Etsy, ou seja, você pode ter um pouquinho do trabalho para você.

Queria ter gravado unboxing da caixinha tão esperada, mas á ansiedade foi maior e não resisti. Comprei 3 cartelinhas de adesivos e 1 poster com as artes dela para colocar na parede do meu desktop. São adesivos fofos de floresta, rosas, xícaras de café mega fofinhas que eu estou usando na decoração do meu Bullet Journal e você pode acompanhar lá no meu instagram que é esse aqui.

Sobre a compra: comprei normalmente como se estivesse efetuando em alguma loja do Brasil e o prazo de entrega foi rapidinho e chegou antes do esperado. Comprei os adesivos clicando aqui.

E aí, gostaram de saber um pouco mais sobre a Chey? Não esqueçam de ir conhecer o trabalho maravilhosos dela!

Deixe seu e-mail ou siga o blog lá no widget da página principal para receber o conteúdo em primeira mão! Não se esqueça de me seguir no Instagram que é esse aqui AQUI

Até mais pessoal!

Plan With Me: May 2018 | Coffee

Mais um mês chegou e eu resolvi compartilhar com vocês um pouquinho do meu planejamento no Bullet Journal. Este mês escolhi usar como referencia minha bebida favorita, o café. Fiz poucas páginas, e somente o que vai ser necessário pra mim este mês. Afinal, o bujo é pra isso mesmo, VOCÊ fazer o seu próprio planejamento.

Como já falei pra vocês, estou me arriscando nos desenhos. Achei essa xícara bem fofinha no Pinterest e resolvi reproduzi-la. Fiz a lápis, passei a caneta preta por cima e depois pintei com um giz de cera aquarelável que tenho aqui. Fiz esses detalhes em pretos para dar um destacada e ficou bem bacana. Depois escrevi o título e passei uma caneta marrom por cima. Não gostei muito confesso, e preciso praticar mais alguns títulos com determinadas canetas, ou, praticar mais algumas letras.

Estou em uma fase que tudo me inspira, e fazer colagens de coisas que eu gosto, escrever sobre como estou me sentindo, abusar dos adesivos, frases, canetas coloridas etc. Fiz um pequeno calendário mensal na primeira página e na outra, uma espécie de moodboard com adesivos fofos de café, imagens impressas e frases também sobre café que eu amo.

Por último fiz uma página bem típico de blogueiro. Um calendário mensal com todos os posts certinhos com data para Maio. Simples, ótimo e funcional. Já falei sobre ela no posts sobre como eu me organizo com o blog, né? Para ler é só clicar aqui.

Finalmente encontrei um padrão e o que eu quero compartilhar lá no meu canal no YouTube. Um vídeo por semana e ali coloquei os temas, algumas imagens fofas para decorar e embaixo, um lugarzinho para colocar outras ideias para vídeos.

E aí, gostaram? Me contem qual foi o tema que escolheram para decorar o Bujo de vocês. Estão ansiosos para Maio? 

Deixe seu e-mail ou siga o blog lá no widget da página principal para receber o conteúdo em primeira mão! Não se esqueça de me seguir no Instagram que é esse aqui AQUI

Até mais pessoal!

hot chocolate with marshmallows and disney books

Estava eu lá, arrumando a estante livros do meu quarto, nos dias friozinhos que estão fazendo aqui na minha cidade e encontrei minha coleção de livrinhos da Disney. Corri para dar uma olhada e matar a saudade de quando eu era pequeno e ficava horas e horas lendo e me imaginando dentro dos famosos clássicos da Disney tão especiais, que fizeram e fazem parte da minha vida.

Preparei um chocolate quente bem simples. Basicamente esquento o leite e jogo o um pó do Starbucks que me trouxerem de Seattle. Coloquei marshmallows da Fini e chantilly congelado que tinha em casa. Ficou muito gostoso e fiquei com o coração quentinho lendo os livros e tomando meu chocolate quente.

Aproveitei este momento tão especial e gravei um vídeo para o meu canal no YouTube para vocês verem melhor como foi.

E aí, gostaram? Espero que tenham curtido o momento junto comigo e aproveitado cada lembrança dos maravilhosos filmes da Disney!

Deixe seu e-mail ou siga o blog lá no widget da página principal para receber o conteúdo em primeira mão! Não se esqueça de me seguir no Instagram que é esse aqui AQUI

Até mais pessoal!

wordswag_1522243303268

5 dicas para fazer vlogs de viagens

Parece que foi ontem, mas neste mês de abril eu completo quatro anos como influenciadora. Nesta trajetória, eu descobri muitas coisas, entre elas, que eu amo vlogs de viagens. Explico melhor: descobri que amo gravar vídeos e que faço questão de acompanhar a rotina das blogueiras que eu sigo quando estão viajando. É sério, fico completamente maluca e preciso assistir a todos os vídeos na ordem. É uma verdadeira paixão!

Em 2016, no primeiro ano do meu canal, viajei para Nova York e recebi muitos comentários perguntando se eu estava fazendo vlog. Naquela época, eu tinha medo e achava que não era capaz de fazer, mas resolvi arriscar. Fiquei apaixonada! Como sei que muita gente aqui também gosta de vlogs de viagens, preparei uma lista com tudo que vocês precisam saber antes de começar a gravar.

1. Descubra o estilo de vlog que você mais gosta

Eu gosto de vlogs que mostram o dia inteiro, como se fosse um diário mesmo. Desde a hora em que acordo, café da manhã, passeios, refeições. Tenho uma amiga que prefere dividir o dia em vlogs curtinhos, que mostram apenas um passeio específico. Não existe regra, portanto, você precisa descobrir qual estilo combina mais com você. É só pensar nos vlogs que você mais gosta de assistir e se tem vontade de fazer do mesmo jeito.

2. Leve pelo menos uma bateria extra

Esta dica aqui me salvou durante a viagem que fiz para a África do Sul, no ano passado. Pense só: você vai passar o dia todo gravando. É quase impossível ter uma bateria que dure esse tempo todo, principalmente se ela já estiver em uso, pois acaba viciando e durando menos. Por isso, leve pelo menos uma bateria extra na sua mochila e lembre-se de carregá-las todos os dias (aproveite para carregar enquanto está dormindo). Assim, se a bateria acabar, é só trocar e você não vai correr o risco de não poder gravar um passeio importante.

3. Tenha um cartão de memória com bastante espaço

Se você tem canal e já grava vídeos, deve saber que o ideal é ter um cartão de memória com, no mínimo, 32GB. Menos do que isso é muito pouco e você vai estar sempre sem espaço para filmar. Quando viajo, eu gosto de descansar mesmo e deixo para editar aos poucos, quando já estou de volta. Então, não tenho computador ou HD para descarregar os vídeos, fica tudo no cartão de memória. Meu conselho? Se a viagem for longa, leve dois cartões, pelo menos um deles com 64 GB. Deu certo comigo lá na África do Sul.

4. Não tenha preguiça de filmar

Filme o máximo que você puder e procure mostrar tudo do destino. Vlog não é só um diário, é uma forma de inspirar outras pessoas que também vão viajar para o lugar, então você precisa transmitir conteúdo. Além disso, servirá como uma recordação para você, então deixe a preguiça de lado e ande com a câmera sempre a postos. Para não ficar conhecido como o chato da viagem, explique para seus colegas de viagem que você vai fazer um vlog e vai filmar muito, inclusive que eles aparecerão nas filmagens. Se eles gostam de você e torcem pelo sucesso, vão super te entender.

5. Capriche na edição

Particularmente, eu ADORO editar vlogs de viagem. O que mais gosto é que a gente pode fazer aquela trilha sonora bem caprichada. Como eu sou muito ligada à música, gosto de pesquisar algumas trilhas que tenham a ver com o destino da viagem. Passei horas pesquisando músicas africanas para colocar como fundo dos meus vídeos de safáris, por exemplo. É o momento para você usar e abusar, testar tudo que você sabe de edição. Para quem também gosta de trilhas, indico o site Epidemic Sound. É gringo e tem que pagar U$ 15 por mês, mas é o mais completo que eu conheço e vale a pena!

Bônus: Não tenho câmera. Posso gravar com o celular?

Claro que pode! Muitas blogueiras famosas começaram gravando com o celular e gravam vlogs até hoje usando o celular. Até porque, vamos combinar que muitos celulares hoje usam uma tecnologia tão avançada que competem com as câmeras mais modernas do mercado. Você só precisa tomar cuidado com algumas coisas. Lembre-se de gravar na horizontal, segurando o celular deitado, sabe? Se gravar de pé, a imagem vai ficar com aquelas margens pretas em volta. Embora a imagem do celular seja boa, o som não é igual ao das câmeras. Por isso, conecte um microfone de lapela ou tente falar o mais próximo que conseguir. Ajuda muito!

 Bom, pessoal, espero que tenham gostado das dicas! Sucesso nos próximos vlogs!

Me acompanhe também no YouTube clicando AQUI!

 

wordswag_1522243303268

Stabilo point 88 l Vale a pena?

Cá estou eu para falar de canetas. Dessa vez eu venho dar minha opinião sobre as famosas e desejadas Stabilo point 88. Aquelas canetinhas de tubo laranja, ponta mega fina(uma delicia para escrever, confesso) e com as cores mais diferentes do universo. Eu como bullet journalist, escritor de rascunhos e estudante venho dar a minha opinião e falar tudo que você precisa saber sobre as Stabilo pelo meu ponto de vista.

Quando comecei a usar planner e escrever mais em agendas, meu sonho de consumo era ter praticamente todas as cores da caneta. Elas são lindas, a ponta é tamanho 0.4 e mega macia para escrever. O único problema é a concentração de tinta que dependendo da gramatura da folha, passa sim para o outro. Tirando isso, é uma ótima caneta com os mais variados preços por aí. Já comprei na Kalunga, Saraiva e nas papelarias da minha cidade. Todas as lojas que fui eram preços diferentes. Isso não é um ponto ruim, mas não é todo lugar que você vai encontrar por 4,50. 

Fui completando minha pequena coleção de canetas com o passar do tempo. Os Kits são extremamente caros e não valem tanto a pena assim. Hoje tenho 15 canetas entre 2 pretas e 13 coloridas. Como fui comprando avulso  e não compro mais. Talvez quando eu estiver mega bem de vida e uns dos kits couberem no meu bolso. São canetas lindas e um dos motivos por eu ainda ter, é que são FOTOGÊNICAS, e ficam boas em todas as fotos. Preparei alguns tópicos e vou explicar melhor para vocês sobre as canetas etc.

essas são as cores que eu tenho e os números caso vocês se interessem!

Se eu pudesse, eu usaria elas em todo lugar por serem tão gostosas para escrever e ter um ponta muito macia. Gosto de usá-las para escrever redações em provas, fazer um título chamativo no caderno escolar, dar destaque a uma palavra e quando estou estudando em casa eu uso muito elas. Muito mesmo. Uso mais para estudar, por que nas folhas que eu tenho elas não vazam e não borram tanto quando passo marca texto ou errorex para apagar palavras que errei.

Os 2 cadernos que tenho para Bullet Journal são da Cicero Papelaria e são com gramatura 80, infelizmente. Com isso eu não consigo sair por aí fazendo títulos, contornando desenhos e nem preenchendo compromissos da semana. Elas fazem uma sombra no outro lado da folha que me deixa muito incomodado. Esse é o fator por não comprar mais Stabilo.

Sobre durabilidade, é um ponto mega positivo. Tenho praticamente algumas da coleção com 5 anos de vida e ainda funcionam, juro. Deixo dentro de um copo de café do Starbucks viradas de cabeça para baixo e pegam super bem. Nunca tive problema com vazamento, então fica a dica se você quer que elas durem mais.

Agora a pergunta final, vale a pena investir em canetas Stabilo para Bullet Journal? Na minha opinião não. E em planner, agenda, escola ou caderno normal? Sim! Adoro escrever no meu planner de mesa com elas ou no meu caderno de páginas inspiradoras e aleatórias. As cores são lindas e eu sou apaixonado. Mas perdi a vontade que tinha antes para comprar mais e mais canetas. Hoje tenho fetiche por canetas pinceis e nanquim. Se você tem um caderno com a gramatura maior que a minha ou não liga para que elas passem para o outro lado ou fazem sombra, se jogue. Vai do gosto de cada um!

escrevi algumas coisinhas com minhas Point 88 para vocês verem como a escrita é linda.

E aí, você gosta da Point 88? Onde usa elas? 

Deixe seu e-mail ou siga o blog lá no widget da página principal para receber o conteúdo em primeira mão! Não se esqueça de me seguir no Instagram que é esse aqui AQUI

Até mais pessoal!